Arquivo da categoria: Comunicação

Unidade na diferença

Antigamente, quando se dizia: “essa criança é muito inteligente” todos entendiam que se falava da habilidade para aprender, memorizar e obter boas notas na escola. Esta compreensão simples da inteligência causou muito dano. As meninas e meninos que não tinham essa habilidade eram mal qualificados, mas muitas delas poderiam  apresentar competências para serem grandes músicos, atletas fortes, magníficos bailarinos, bons nadadores…

Continue lendo Unidade na diferença

O enfoque circular

O enfoque circular é considerado hoje um dos métodos de aprendizagem mais inovadores. Está baseado na comunicação por meio de círculos, workshops e mesas redondas, incluindo atividades interativas entre os participantes. Continue lendo O enfoque circular

Educando nossas crianças de acordo com os seus sentimentos

Ainda que sejamos pessoas diferentes todos nós compartilhamos algo, somos seres racionais com sentimentos. Os sentimentos são involuntários, não pedimos para sentir algo mas simplesmente o sentimos. É através deles que agimos de uma maneira determinada.

Continue lendo Educando nossas crianças de acordo com os seus sentimentos

Rir nos conecta com os outros

Temos a tendência de pensar que o riso está ligado à piadas e ao senso de humor. Pensamos que rir é  o  resultado quando encontramos algo agradável. No entanto, Robert Provine, um psicólogo da Universidade de Maryland, descobriu que o riso esconde algo mais. Na verdade, nós rimos mais quando estamos rodeados de amigos.

Continue lendo Rir nos conecta com os outros

A importância da conexão entre tias e sobrinhos

A cada dia, vemos algumas mulheres que por várias razões não se casam e nem têm filhos, no entanto, nem por isso deixam de lado o seu instinto maternal, pois muitas delas se tornam tias e ganham vital importância na vida de seus sobrinhos.

Continue lendo A importância da conexão entre tias e sobrinhos

Dar afeto é a solução integral da sociedade

A escola é o segundo lar, um local onde as crianças recebem educação e convivem com situações de enfrentamento (1). O sistema educacional concentra-se principalmente na área cognitiva e com menor importância na convivência ou na área emocional, que é precisamente o que nos interconecta com os demais. Como uma mini sociedade, deve-se incentivar a prática da afetividade (2) alcançando uma vida agradável a partir do entendimento de que em um mundo interconectado, o ódio (3) se encontra circulando nessa rede que se opõe a ela mesma, causando-nos tensões e danos a todos. É necessário, então, sermos coerentes com as orientações de uma conexão correta, primeiro porque somos parte de um sistema integrado global que nos exige isso (4) e, segundo, porque se a realizamos na escola, os resultados positivos serão obtidos no comportamento, no desenvolvimento intelectual e pessoal das crianças, tal como observou o seguinte investigação:

Continue lendo Dar afeto é a solução integral da sociedade