Todos os post de Lucia

E você…quer jogar?

Apesar de que muitos adultos consideram o jogo como uma atividade meramente de distração e entretenimento, o jogo é algo muito sério. Jogar não é uma atividade exclusiva das crianças, pois os adultos também jogam, mas nas crianças há uma influência no crescimento e desenvolvimento integral que não dá para negar e implica em uma série de processos e atividades que vão mudando na medida de seu crescimento.

Continue lendo E você…quer jogar?

Unidade na diferença

Antigamente, quando se dizia: “essa criança é muito inteligente” todos entendiam que se falava da habilidade para aprender, memorizar e obter boas notas na escola. Esta compreensão simples da inteligência causou muito dano. As meninas e meninos que não tinham essa habilidade eram mal qualificados, mas muitas delas poderiam  apresentar competências para serem grandes músicos, atletas fortes, magníficos bailarinos, bons nadadores…

Continue lendo Unidade na diferença

A importância da amizade na infância

A simpatia entre as crianças pode ser uma grande oportunidade para que aprendam a construir um laço afetivo com outra pessoa, que não pertença necessariamente  à sua família. É importante que fomentemos em nossos filhos, desde pequenos, a convivência com outras crianças.

Continue lendo A importância da amizade na infância

A felicidade de ajudar os outros

Todos nós gostamos de receber afeto e apreço dos demais, entretanto, o que sucede quando em lugar de receber, somos nós os que oferecemos afeto? Estudos recentes confirmam que nos beneficiamos de maneira similar quando damos e também quando recebemos. Continue lendo A felicidade de ajudar os outros

O enfoque circular

O enfoque circular é considerado hoje um dos métodos de aprendizagem mais inovadores. Está baseado na comunicação por meio de círculos, workshops e mesas redondas, incluindo atividades interativas entre os participantes. Continue lendo O enfoque circular

O voluntariado como fator de conexão social

Uma nova pesquisa publicada pela Associação Americana de Psicologia mostra que o voluntariado tem um impacto significativo na longevidade, desde que as razões para o realizar sejam ajudar os demais ao invés de si mesmos. Segundo os estudos realizados, pessoas que se voluntariam podem viver mais tempo do que aquelas que não o fazem, desde que as suas razões para o voluntariado sejam em benefício dos outros em vez de si mesmos.

Continue lendo O voluntariado como fator de conexão social