Unidade na diferença

Antigamente, quando se dizia: “essa criança é muito inteligente” todos entendiam que se falava da habilidade para aprender, memorizar e obter boas notas na escola. Esta compreensão simples da inteligência causou muito dano. As meninas e meninos que não tinham essa habilidade eram mal qualificados, mas muitas delas poderiam  apresentar competências para serem grandes músicos, atletas fortes, magníficos bailarinos, bons nadadores…

Unidad_en_La_Diferencia-672x372

Hoje em dia sabe-se que, felizmente, não somos feitos sob o mesmo molde. Desde o descobrimento dos diferentes tipos de inteligência,  foi confirmado que a natureza nos criou em formas distintas.
…um quer ser músico, outro engenheiro, e o terceiro sonha ser eletricista. É muito bom que seja assim” (LAITMAN, Michael. Crianças do Amanhã. Laitman Kabbalah Publishers, Israel).
De acordo com pesquisa, estas inteligências são:
Inteligência Lógica: é a mais conhecida e que levava todos os méritos. Consiste na capacidade matemática, a qual é fundamental para todo o desenvolvimento da ciência. Graças a ela temos tantos descobrimentos e fomos à lua. Essa inteligência deve se complementar com as outras inteligências.
Inteligência Linguística: relacionada à amplitude para a linguagem. Certamente a possuem: escritores, jornalistas, políticos. Graças a eles e a ela podemos nos entender no meio desta torre de Babel.
Inteligência Corporal: relacionada à capacidade de usar bem o corpo, ser flexíveis, fortes, velozes. Graças a ela há esportistas que nos entretêm e cirurgiões que nos curam.
Inteligência Musical: a possuem aquelas pessoas que podem jogar com os sons e fazem maravilhosas interpretações e composições, ela gera músicos mas também pessoas que introduzem ritmo e harmonia em nossa vida.
Inteligência Espacial: está relacionada com aqueles que dominam os espaços e possuem a capacidade para calcular distâncias e imaginar construções, nos proveem de grandes parques, casas confortáveis e também nos conduzem com segurança em aviões ou ônibus.
Inteligência Naturalista: está associada às pessoas com uma capacidade especial para conectar-se com o meio ambiente. Graças a elas, a cada dia aumenta a consciência sobre a conservação da natureza, descobrem-se novas espécies e nos ensinam a cuidar daquelas que são conhecidas.
Inteligência Interpessoal: tem a ver com uma das tarefas mais importantes, a de nos relacionar com os demais, a capacidade de reconhecer, precisamente, essa unidade na diversidade. Dentro deste tipo encontramos os educadores, comunicadores, políticos, que fazem com que em nossa sociedade haja mais convivência e compreensão entre as pessoas.
Inteligência Intrapessoal: é a comunicativa, mas com nós mesmos. É fundamental para os psicólogos,  filósofos e todas as pessoas que encontram mais facilmente a harmonia com elas mesmas e, portanto, tem a capacidade de transmitir esse método aos demais.
A teoria das inteligências múltiplas de Gardner acredita que todos os seres humanos possuem as oito inteligências em maior ou menor medida, mas diz que não há estilos puros. É uma visão pluralista, na qual a inteligência é uma habilidade que muda ao longo da vida. “
Na criação dos filhos, devemos começar com a família, em seguida com a escola até alcançar para alcançar a comunidade. Temos de promulgar o reconhecimento e a valorização das diferenças, cada um de nós temos nossas próprias habilidades, e temos de ter o ambiente adequado para o seu desenvolvimento. Depende, por um lado, que cada criança encontre seu caminho para a realização e felicidade, e em segundo lugar, que no mundo existam engenheiros, médicos, cientistas, agricultores, artistas, educadores, padeiros, e nessa imensa diversidade devemos manter a unidade do ser humano, onde todos nós somos diferentes, mas ao mesmo tempo nos complementamos, sendo solidários, justos e responsáveis com o meio ambiente e com os outros.

Bibliografia:

https://lamenteesmaravillosa.com/8-tipos-de-inteligencia/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *