Construindo uma sociedade humana cooperativa

A cooperação é essencial para alcançar o sucesso em uma sociedade humana. Portanto, é essencial compreender como a cooperação e os comportamentos egoístas entre as pessoas são temas  de suma importância. Os experimentos e as pesquisas realizadas até agora fornecem uma clara evidência de contágio social no domínio da cooperação e nas relações pró-sociais.

CONSTRUYENDO-UNA-SOCIEDAD-HUMANA-COOPERATIVA-672x372

Muitas das interações humanas são dinâmicas, ou seja, nós temos controle sobre quem interagimos. As redes dinâmicas diferem significativamente em metas e estratégias que promovem e, portanto, surge a questão de como os comportamentos de cooperação  e de egoísmo interagem nestas redes.
Pesquisadores do Departamento de Psicologia da Universidade de Yale mediram o contágio entre o comportamento egoísta e o comportamento cooperativo em diferentes redes. Os resultados mostraram que em redes fixas, ou seja, onde não temos controle sobre quem interagimos, tanto os comportamentos egoístas e cooperativos são contagiosos.  Em contraste com redes dinâmicas, o comportamento egoísta é contagioso e não o cooperativo, porque as pessoas têm uma tendência a mudar, independentemente do comportamento dos que os rodeiam.
Estes resultados permitem-nos perceber o contágio do comportamento cooperativo em redes fixas e dinâmicas, assim como suas implicações nas intervenções baseadas na influência que tem por objetivo aumentar o comportamento cooperativo. Em uma sociedade humana bem sucedida, as relações entre os seus membros tendem à cooperação. Em tal sociedade, todos pensam nas necessidades dos outros como próprias e, portanto, está fora do controle das interações já que as relações se estabelecem de forma natural e harmoniosa.
Referência bibliográfica: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23840422