Ambientes naturais favorecem as relações sociais na infância

Os ambientes naturais, em todas as suas dimensões, são muito favoráveis ao desenvolvimento social das crianças na primeira infância Quando meninas e meninos têm a oportunidade de crescer e serem educados em um ambiente natural, os benefícios são percebidos em todas as áreas da sua vida. A vida ativa, especialmente em ambientes naturais, aumenta o interesse da criança em aprender conteúdos educativos. Isso acontece porque as experiências de aprendizagem e socialização são construídas a partir da vivência direta em espaços e oportunidades de encontro.

Los-ambientes-naturales-favorecen-las-relaciones-sociales-en-la-infancia-672x372

 

A capacidade de aprendizagem por experimentação está no contato imediato que as meninas e meninos têm com seu ambiente. Através da experiência de seus sentidos vitais, redes e conexões beneficiam a maturação biológica e a integração com os outros, despertando neles vontade para aprender e explorar, favorecendo não só o desenvolvimento motor, mas também expandindo sua imaginação através do jogo.
O movimento corporal coordenado  e a felicidade de descobrir o mundo com a ajuda de todos os sentidos é um dom natural durante a primeira infância. E quando essa experiência se dá em relação aos outros, constrói-se um novo aprendizado em relação a si e a seus pares, como “coabitar, explorar em conjunto e cuidar-se mutuamente”. Ao mesmo tempo, aumentar esses vínculos favorece a possibilidade de estender seus benefícios para o futuro.
A atividade educativa atual nos convida a renovar as formas de relação e conexão entre as crianças e o meio ambiente. ´Faz-se necessário potencializar vivências de sentir o esforço e as conquistas ao lado do prazer de desfrutar o exercício, partilhar novos desafios e encontros com os demais. As demandas atuais impulsionam ações que motivem as crianças a aumentar o seu potencial através de jogos nos quais os materiais e métodos lhes permitam construir uma vida em harmonia com os outros.
Por isso, através da experimentação  ativa do seu ambiente, do contato direto com a natureza e com os seus pares, as crianças aumentam a chance de se desenvolverem e adquirirem a capacidade de se tornarem seres humanos empáticos e geradores de novas experiências de acordo com o meio ambiente.
Referências:

http://www.consumer.es/web/es/bebe/ninos/2-4-anos/2012/08/17/212240.php

http://www.bebesymas.com/desarrollo/disfrutar-de-las-actividades-al-aire-libre-con-los-ninos

http://www.eltiempo.com/archivo/documento/CMS-12729070