Somos mais felizes quando investimos nos outros

Desde que adquirimos memória, estamos em uma busca constante pela felicidade. Esta busca nos leva a transitar por todas as formas possíveis para satisfazer os nossos desejos básicos e também outros não tão básicos como riqueza, fama, honra ou poder. Além disso, somos influenciados pela informação em um mundo capitalista e que nos oferece produtos de vários tipos “para sermos felizes”. Ao não ser possível obter tudo o que desejamos,  a insatisfação, de certa forma, nos aproxima da depressão ou da angustia e isso nos afasta da felicidade tão desejada. No entanto, essas necessidades advêm de uma sensação egoísta, individualista, de receber para nós mesmos.

Continue lendo Somos mais felizes quando investimos nos outros

De uma imagem global a um mundo integral

À medida que cresce nossa compreensão sobre o mundo e as conexões entre as pessoas, vemos que ele está mais interconectado, unindo muitos lugares e se tornando global. Em certa medida, entendemos o mundo graças à geografia que nos ajuda a compreender como funciona cada circuito das redes econômica, social ou cultural, de acordo com suas atividades a nível global.  Existe um fluxo de informações e atividades que circulam através de uma rede específica, o que faz com que uma ou outra seja mais ou menos competitiva. Porém, como uma cidade pode competir com outra se são totalmente diferentes  quanto às atividades, ideologias, cultura, história, etc… Não poderíamos encontrar uma justa medida de comparação.

Continue lendo De uma imagem global a um mundo integral