Um ambiente de trabalho solidário melhora a produtividade e gera fidelidade

Um número crescente de pesquisadores das escolas de negócios dos Estados Unidos formaram um movimento denominado POS (Positive Organization Scholarship) que rompe com a investigação tradicional feita nessa área. Em vez de analisar as falhas da organização, o POS busca exemplos de casos considerados “desvio positivo”, no qual as organizações cultivam, com êxito, a inspiração e a produtividade entre seus trabalhadores. Logo, tratam de averiguar o que é que fazem estes grupos, para que outros possam imitá-los. Continue lendo Um ambiente de trabalho solidário melhora a produtividade e gera fidelidade

Casais vivendo sob a premissa do apoio mútuo

Existe uma nova tendência na convivência entre os casais, estejam casados ou não, e mantendo uma relação monogâmica; a de viver em casas separadas, quer dizer: emocionalmente juntos, mas fisicamente separados. Este novo tipo de relacionamento tem sido chamado por suas siglas em inglês: LAT (Living Apart Together). Originariamente, essa ideia nasceu daqueles casais que por motivos de trabalho, principalmente o homem, e da renúncia da mulher em continuar frustrando sua própria carreira profissional, optam morar em diferentes cidades e, quando o tempo de ambos permita; eles se encontram. Sem dúvida, o que de início era uma necessidade, agora se converte numa escolha. Continue lendo Casais vivendo sob a premissa do apoio mútuo

A aprendizagem como resultado da interação social

O que fazes grita tão forte que não me permite ouvir o que dizes”

Albert Bandura

A aprendizagem por observação de modelos, segundo Albert Bandura, oferece uma explicação bastante clara sobre o comportamento humano. O ser humano tem a capacidade de aprender por observação direta de outros seres humanos. Esta vantagem, tanto acelera o desenvolvimento de mecanismos cognitivos complexos quanto orienta toda ação que tenha sentido para quem as realiza. Continue lendo A aprendizagem como resultado da interação social

Buscando a verdadeira mudança através do encontro com os demais

Dia após dia buscamos ser “pessoas melhores”, queremos mudar nossas rotinas e hábitos por outros que nos sejam mais benéficos. Muitas vezes ao ver um filme inspirador reconhecemos que devemos realizar uma mudança na nossa vida. Nos damos conta de que estamos presos em um círculo vicioso e continuamente nossa consciência nos indica a necessidade de mudança. No entanto, como explica o Dr. Mark Griffiths, uma vez que nossa rotina atual proporciona uma recompensa, nos tornamos viciados nesta autogratificação. O desconforto começa a multiplicar-se e isto nos atrela mais nossa rotina de autogratificação, desejando superar as dificuldades que se apresentam diante de nós, só concebemos uma alternativa: mudar, ou seja, ser outra pessoa. Continue lendo Buscando a verdadeira mudança através do encontro com os demais