A generosidade fomenta a conexão social e beneficia quem a exerce

Transformar as boas ações em bons sentimentos, e como estes sentimentos podem nos fazer mais felizes fomentando a conexão social foi o tema central de uma pesquisa desenvolvida por Lara Aknin da Universidade canadense Simon Fraser (SFU). A partir deste trabalho, pela primeira vez se apuraram dados sobre como a conexão social ajuda a converter o comportamento generoso em sensações positivas para quem pratica uma ação de generosidade.

A generosidade fomenta a conexão social e beneficia quem a exerce

Além disso, a pesquisa tem implicações para as organizações sem fins lucrativos que promovem benefícios para a sociedade. O objetivo é determinar que se temos uma maior sensação de felicidade quando somos generosos, poderríamos aumentar a quota de generosidade com mais frequência que o habitual, ao mesmo tempo que fomentamos a conexão social, com repercussões positivas para todo o conjunto da sociedade.

Embora as pessoas generosas se sintam mais felizes quando oferecem algo a pessoas conhecidas, o simples fato de beneficiar os demais fomenta a conexão social mesmo com desconhecidos. Se as pessoas com tendência à generosidade se sentem cada vez mais felizes e conectados socialmente, podem se transformar em defensores da causa na qual trabalham e gerar um contágio social através do marketing espontâneo.

Somado a estes benefícios, a pesquisa demonstrou um efeito positivo de felicidade sobre aqueles que interagem socialmente e participam de trabalho voluntário. Estamos cada vez mais próximos de compreender que a generosidade é um valor que se faz presente na conexão com os demais. Não podemos estar felizes ou nos sentir bem, se tendo a capacidade de oferecer algo a alguém não o fazemos. Como seres humanos, necessitamos estimular esse lado generoso que não apenas favorece a nós mesmos, mas toda a sociedade.

Referência: http://www.sciencedaily.com/releases/2013/08/130820135034.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *