Os avós promovem o desenvolvimento social e emocional dos netos

O papel dos avós tornou-se cada mais influente nos últimos anos, na medida em que eles se ocupam dos cuidados dos seus netos durante o período de trabalho de seus pais. Os avós desempenham o papel de proteger os pequenos, cumprindo uma das tarefas mais importantes na qualidade de vida e desenvolvilmento das crianças que se vêem beneficiados com esta modalidade de cuidados.

Articulo_Avós_Netos

De todos os modos e em qualquer caso, fica claro que os avós representam um papel fundamental no desenvolvimento e na saúde das crianças pequenas. Como figuras tradicionais na vida das crianças, os avós podem ser vistos como cuidadores sólidos e dedicados em uma unidade familiar.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Oxford, no Instituto de Educação de Londres, concluiu que as crianças são geralmente mais felizes se os avós estão envolvidos em sua infância. Esta pesquisa foi dirigida pelo professor Ann Buchanan, que alegou haver sido surpreendido por uma quantidade de cuidado informal que os avós realizavam e como, em alguns casos, foram ganhando a brecha da paternidade dos pais, por conta dos trabalhos em tempo integral.

Segundo este estudo, as relações que as crianças têm com seus avós mostram que eles estão envolvidos na vida cotidiana dos seus netos e podem contribuir para que sejam crianças de bem. Além de mostrar o papel que os avós que desempenham ao trazer estabilidade a seus netos, o estudo constatou que eles têm um papel decisivo em momentos de conflitos familiar, pois eles aparecem como apoio à família, ajudando-a sobreviver às crises.

A evidência nos mostra que a relação emocional entre avós e netos pode afetar significativamente o desenvolvimento escolar, psicológico e social das crianças. Vem sendo demonstrado que elas têm um maior nível de confiança em si mesmas quando recebem os cuidados de seus avós. Essa proximidade emocional tem efeitos positivos a longo prazo sobre a vida das crianças, incluindo as capacidades de receber cuidados e de cuidar de outra pessoa.

Todas estas observações e evidências nos levam à compreensão de que quando falamos sobre a integridade da família e da saúde emocional das crianças, precisamos considerar que cada família deve pensar-se constituída também pelos avós. Os avós não podem substituir as funções maternas nem paternas, mas, sem dúvida, é um pilar fundamental para o bem-estar de uma família integral.

Referência: http://www.grandparents.com/family-and-relationships/caring-for-children/study-grandparents-make-grandchildren-ha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *