Aprofundando a conexão entre as pessoas

Não podemos viver somente para nós mesmos. Mil fibras nos conectam aos nossos semelhantes; e entre as fibras, como fios simpáticos, nossas ações se executam como causas e voltam para nós como efeitos”. Herman Melville

APROFUNDANDO A CONEXÃO ENTRE AS PESSOAS

As relações em nossa vida nos fazem quem somos. O nosso destino é nos conectar com todos e gerar sentimentos comuns que estabeleçam vínculos. Seja por um curto período de tempo ou por toda a vida, reconhecer que as conexões podem elevar nossa experiência de vida nos ajuda a ser pessoas melhores, nos impulsiona a cuidar uns dos outros e a transmitir isso, inclusive com a intenção de ajudar outras pessoas na mesma experiência de crescimento.

Aprofundar e consolidar requer dedicação, cuidado e necessariamente estabelecer a forma de alimentar aspectos positivos para garantir a saúde dos envolvidos.

Abrir nosso ser aos outros, muitas vezes se torna um tema de contratempos e problemas, porque na tentativa de cuidar do eu pessoal perde-se a possibilidade de conexão plena com o outro. A partir deste ponto de vista, é importante decidir sobre aquilo que estamos dispostos a mudar em nossos hábitos em benefício de uma boa conexão.

Algumas ações podem nos ajudar a aprofundar as conexões; como revelar a vulnerabilidade, compartilhar desejos, aprender a dar e assumir a responsabilidade pelo nosso papel nas relações com os outros.

Seguramente ninguém gosta de mostrar insegurança, no entanto, quando cruzamos o umbral desse temor, não só nos abrimos para sermos entendidos, mas também para para receber cuidados, dando ao outro a chance de se sentir pleno em juntar-se a nós e preencher esse vazio emocional, disposto entre ambos para a conexão. Esconder-nos atrás de um “falso eu” é um sinal de fraqueza e que não ajuda.

Todos nós temos sonhos e desejos. Quando falamos sobre eles, aparece o profundo de nós mesmos e se atribui um entusiasmo implícito que flui e dá confiança, e em mais de uma ocasião pode tornar-se uma meta comum. Mas isso só acontece se estamos dispostos a ouvir o que os outros têm a nos dizer, e falar sinceramente sobre o que nos inspira e nos impulsiona.

Mas nada é tão simples quanto parece. Quando se trata de construir relacionamentos é fácil de se concentrar sobre o que queremos ganhar deles. Se desejamos nos conectar mais profundamente é bom concentrar em como ajudar ou o que dar para os outros. É de vital importância nos prepararmos para ouvir e descobrir o que o outro quer da vida.

Não há perda nas boas conexões humanas, e uma maneira de alcançá-la é assumir a responsabilidade de 100% no nosso papel nelas. Todos nós temos certas responsabilidades em uma relação e se elas são claras, damos uma poderosa mensagem de respeito e amor.

Façamos tudo o que está ao nosso alcance para que a conexão perdure, prospere e se aprofunde e para aqueles que possam ter o prazer de observar essa experiência positiva sintam a necessidade de se contagiar.

Não há melhor exemplo a mostrar do que aquele que melhora substancialmente a vida de todos.

Referência: http://blogs.psychcentral.com/best-self/2014/10/how-to-connect-more-deeply-with-others/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *