Resiliência diante dos desastres naturais

Os desastres naturais podem acontecer em qualquer lugar e, frequentemente, sem aviso prévio. Geralmente durante e depois que estas catástrofes acontecem, as pessoas podem reagir de forma distinta, dependendo de diversos fatores bio-psico-sociais.

Resiliência a desastres naturais

Em um artigo recente publicado pela revista Ciência Psicológica, cientistas da Universidade de Colúmbia e da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, da Universidade de Londres, e da Universidade Opole da Polônia, revisaram os efeitos psicológicos dos desastres. Os investigadores explicam que os indivíduos que viveram um desastre natural, experimentam diversos problemas psicológicos, como o transtorno de estresse pos-traumático (TEPT), ansiedade, abuso de substâncias, suicídio ou ideias de suicídio, entre outros.

Curiosamente, as evidências coletadas até agora demonstram que menos de 30% dos adultos que viveram estas situações sofrem problemas psicológicos severos duradouros. Pelo contrário, a maioria das pessoas que enfrenta algum desastre atravessa uma fase de estresse, mas depois recupera sua saúde mental (de alguns meses até um ou dois anos). Em outras palavras: as vítimas de desastres naturais tendem a ser psicologicamente resilientes. A resiliência se refere à capacidade das pessoas de superar situações difíceis pelas quais passa em sua vida. Quando uma pessoa ou grupo de pessoas são capazes de levar a cabo esta superação, se diz que são resilientes, e podem superar contrariedades e inclusive sair fortalecidas das mesmas.

Quanto aos tipos de intervenções psicológicas, os autores do artigo ressaltam que a capacidade de vencer adversidades está na sensação de se sentir apoiado, na coesão social e na cooperação. Segundo os pesquisadores, nesta situações é crucial o sentimento de pertencer a um grupo social ou a uma comunidade. Portanto, nestes casos se tornam as intervenções focadas em mobilizar, manter e melhorar os recursos da comunidade e sua conexão.

Referênciashttp://www.uv.es/garzon/psicologia%20politica/N47-1.pdf

http://www.tendencias21.net/La-resiliencia-psicologica-individual-clave-para-superar-un-desastre_a5647.html